anel de noivado
Especial

Dicas para se casar na NZ pt.2

Se você está acompanhando os últimos textos aqui do blog já sabe que estou fazendo uma série com o tema casamento. Falei sobre a profissão de quem conduz e oficialização a união de casais na Nova Zelândia, os celebrantes. Depois listei várias dicas para quem está perdido nos primeiros passos do planejamento e para encerrar – pelo menos por enquanto! – vou esclarecer algumas das principais dúvidas que recebi sobre o tema e presentear você com a história do casamento de uma brasileira e um neozelandês. Vem conferir!

Preciso validar meu casamento no Brasil?

Se você é brasileiro (a) e formalizou sua união em algum país estrangeiro você provavelmente vai precisar registrar seu casamento no Brasil. De acordo com informação do Consulado brasileiro “O casamento celebrado por autoridade estrangeira é considerado válido no Brasil. Para produzir efeitos jurídicos no País, deverá ser registrado em Repartição Consular brasileira e, posteriormente, transcrito em Cartório do 1º Ofício do Registro Civil do município do seu domicílio no Brasil ou no Cartório do 1º Ofício do Distrito Federal.

O registro pode ser realizado na primeira oportunidade de retorno ao Brasil. O cônjuge brasileiro deverá estar presente para assinar o termo no Cartório. Caso ambos sejam brasileiros, qualquer um dos dois poderá assinar o termo como declarante. Lembrando que a união homoafetiva também é reconhecida em ambos países – Brasil e Nova Zelândia – e os procedimentos para validar o casamento são iguais.

Os custos para emissão dos documentos vão depender de cada região e cartório. Detalhes sobre documentação podem ser encontrados no Portal Consular do Ministério das Relações Exteriores.

Se eu me casar com um (a) neozelandês (a) meu status no país muda?

A Nova Zelândia não possui nenhum acordo ou regra para estrangeiros casados com neozelandeses. O que significa que o processo para residência e cidadania é igual para estrangeiros e, portanto, é necessário preencher todos os requisitos e etapas normalmente.

O casamento pode ser um plus, mas você ainda terá que comprovar, perante a imigração, que a sua relação é legítima e genuína. Isso se dá por meio de documentos específicos para cada visto e situação.

Mais informações você encontra no site da imigração neozelandesa.

Divórcio e Separação no país

Não vou explorar muito esse tópico nesse momento, mas você encontra informações gerais no site do governo local.
How to get divorced in NZ

Lembre-se que você também precisará atualizar sua situação com o governo brasileiro nesse caso.

Divórcio no exterior – Portal Consular

A seguir, conheça a história de um casal super fofo que oficializou a união aqui na Nova Zelândia.

Leia também:

O que você precisa saber para casar na Nova Zelândia

Conheça a profissão de “Casamenteira”

Comentários

Siga o Além do Mar

Comunicóloga freelancer e expatriada. Curiosa por novas histórias e idealizadora do Além do Mar. Escreve com o propósito de solucionar problemas de uma maneira mais leve - ou para organizar o caos mental vez ou outra. =)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.